Manual do Workflow

Introdução

O Workflow é uma plataforma desenvolvida no IFPE para a criação de fluxo de requisições. Devido a grande demanda pelo desenvolvimento de sistemas a DADT percebeu que a poderia desenvolver um sistema único para atender a necessidade inicial de cada sistema, a entrada de informações através do usuário. Praticamente todos os sistemas precisam coletar essas informações e para isso é necessário:

1) Controle de acesso através de usuário e senha

2) Telas personalizadas para a entrada de informações

3) O envio das informações para análise nos setores interessados

A principal vantagem de ter uma plataforma para atender essas necessidades é que o esforço da equipe de desenvolvimento de sistemas pode fica concentrado e atender de forma mais dinâmica as requisições de desenvolvimento de sistemas. A cada nova solicitação a DADT analisa a possibilidade de convergir o problema informado na requisição para o Workflow e caso seja necessário a plataforma pode evoluir para atender essa requisição e beneficiar todas as outras que já foram atendidas previamente.

Acessando o Workflow

Para acessar a plataforma é necessário ter uma conta de usuário cadastrada e validada no Acesso.IFPE, caso ainda não tenha definido a senha veja o Manual do Acesso.IFPE.

1. Acesse a página inicial do Workflow através do endereço: https://workflow.ifpe.edu.br 

2. Na página inicial clique em ENTRAR COM MINHA CONTA

3. Você será redirecionado para a página de login do Acesso.IFPE

4. Informe o seu CPF e Senha e clique no botão Entrar para acessar o Workflow

Onde: 

  1. Categoria do Worklfow: A lista de requisições exibidas em 3 pode ser filtrada por categoria
  2. Filtro: Filtra a lista de requisições exibidos para uma categoria
  3. Lista de Requisições: Exibe a lista de requisições disponíveis para o usuário atual

Preenchendo uma Requisição

As requisições são formulários que iniciam o processo do fluxo selecionado. Através da requisição as informações são coletadas e são enviadas para a próxima etapa. O preenchimento da requisição não é muito diferente do preenchimento dos formulários disponibilizados pelo Google Forms, mas com algumas especificidades.

Para explicar o preenchimento será utilizado o fluxo do Plano de Trabalho Docente, mas as orientações apresentadas aqui podem ser aplicadas a qualquer outra requisição.

1. Filtrar a lista de requisições clicando na categoria (1) e em seguida na requisição desejada (2)